Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Empresas aéreas ajudam transplantes de órgãos no Brasil

Empresas aéreas ajudam transplantes de órgãos no Brasil
[foto] - Força Aérea Brasileira aliada ao transporte para doação de órgãos
28-09-2022 11:43:19 (372 acessos)
“Até o momento, já transportamos 13 mil órgãos e fazemos essa atividade com extrema dedicação, sempre destacando a importância desse transporte e o papel dos nossos colaboradores, pois da nossa rapidez depende uma vida. O transporte de órgãos faz parte do nosso pilar de valor compartilhado e nós utilizamos o que temos de melhor: nossa capacidade de conectividade e de transportar as pessoas.” Palavras de Tatiane Viana, gerente de Assuntos Regulatórios da LATAM Brasil.

 


Representantes das empresas aéreas (foto) deram apoio à campanha do Ministério da Saúde para esclarecer as famílias sobre o sentido humano de doar órgãos e conversar com familiares que se dispõem doar. O Brasil tem um dos maiores sistemas públicos de transplantes do mundo e conta, atualmente, com o esforço da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) e associadas.

As empresas lançaram em 2014, o programa Asas do Bem,

para divulgar a importância da doação de órgãos e do

transporte gratuito de itens para transplantes. Em 8 

anos, já foram transportados mais de 55 mil itens.

Participam do Programa, o Ministério da Saúde (Central Nacional de Transplantes), o Ministério da Infraestrutura (Secretaria Nacional de Aviação Civil), o Comando da Aeronáutica (Força Aérea Brasileira – FAB), Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), e Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), aeroportos concessionados e a Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (ANEAA).

GOL

Renata Fonseca, diretora jurídica e de Relações Governamentais da GOL Linhas Aéreas, considera "importante refletir sobre a decisão das famílias no processo de doação. É muito emocionante ouvir relatos de familiares que puderam doar. Aproveito, também, para estimular a necessidade de uma educação da população com relação ao tema, para que possamos doar mais e salvar mais vidas. As empresas aéreas já transportaram mais de 55 mil itens. Trata-se de um sucesso. Temos um País com dimensões continentais, locais de difícil acesso; e, as companhias são essenciais para levarmos esses órgãos até as pessoas.”

LATAM e GOL se colocaram à disposição do Ministério para seguir com a iniciativa de transporte gratuito. Integrada está no sisterma de transporte de órgãos pelo Brasil, a FORÇA AÉREA BRASILEIRA (FAB).

De acordo com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Bruno Dalcolmo, o programa de doação de órgãos brasileiro é resultado de décadas de esforço em conjunto da sociedade civil, do poder público e de empresas privadas. “As companhias aéreas têm sido muito parceiras, principalmente nos momentos de maior estresse nacional como a pandemia, atuando decisivamente em todo o processo de transporte de órgãos e tecidos que fazem do Brasil referência internacional. Vale reforçar a grandeza do setor de doação de órgãos, ele precisa ser enaltecido, estamos aqui para celebrar a vida e parabenizar a todos os envolvidos nesse projeto tão bonito.”

 

 

Fonte: ABEAR
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

kdp3w