Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Novo E-book Aumenta Fadiga Visual
11-09-2009 08:37:01 (2604 acessos) Fundo do display e maior escala de cinza exigem mais esforço visual e provoca dor de cabeça. Visibilidade chega a ser 25% menor para quem usa óculos e até 50% para quem tem catarata.



O mais novo objeto de desejo de estudantes e profissionais que necessitam de atualização permanente, o Kindle 2, e-book recém lançado no mercado, está transformando a leitura numa experiência bastante cansativa, apesar de todos os avanços tecnológicos agregados ao equipamento. Tanto que centenas de consumidores formaram um fórum por não enxergarem as letras menores. Muitos dos que insistem em usar o e-book acabam sentindo dor de cabeça e acreditam que podem ter a visão prejudicada. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, a dor de cabeça é decorrente do esforço visual para enxergar. Não quer dizer que o equipamento piora a visão, mas que exige adaptações na iluminação para diminuir o esforço de acomodação, foco. O especialista afirma que a dificuldade de leitura no novo e-book está relacionada à cor de fundo do display e à maior escala de cinza que passou de 4 para 16 tons. É verdade, ressalta, que as imagens ficam mais nítidas quanto maior a escala de cinza. O problema, observa, é que o fundo do display é cinza e por isso induz à fusão da borda das letras com o fundo da tela, diminuindo a visão de contraste. Resultado - As letras menores parecerem muito finas e embaçam a visão até de quem não necessita de óculos corretivos. O médico diz que isso acontece porque enxergamos através da luz. Significa que a falta de contraste reduz a rapidez de leitura e a capacidade de adaptação visual, como acontece com motoristas que aplicam película muito escura nos vidros dos carros, compara.

A visibilidade para quem tem vícios de refração (miopia, astigmatismo, hipermetropia) ou presbiopia (vista cansada) chega a ser 25% menor comparada a quem não usa lentes corretivas, podendo ser reduzida em até 50% para quem tem catarata, comenta. Nem é preciso dizer que letras maiores ou em bold poderiam facilitar a leitura, mas o equipamento só vem com um tipo de fonte e os usuários do e-book preferem letras menores.

Por isso, Queiroz Neto afirma que a solução para melhorar a leitura é aumentar a luminosidade ambiente, lembrando sempre que o excesso de luz também atrapalha porque faz nossa pupila (menina dos olhos) contrair, diminuindo a quantidade de luz que chega às células da retina, onde se processam as imagens.

Ele lembra que a tela do e-book utiliza a tecnologia E-Ink (tinta eletrônica) que não emite luz como é o caso dos monitores LCD, podendo ser visualizada até em locais abertos durante o dia. Por conta disso, a ergonomia e iluminação adequadas são diferentes das adotadas no PC ou laptop em que a tela emite luz.

Autor de dois estudos sobre a síndrome da visão no computador, o médico aponta as principais dicas para melhorar a leitura no Kindle 2:

· Utilize iluminação direta e indireta que melhoram o contraste, evitando o exagero

· De preferência às lâmpadas incandescentes que são mais próximas à luz natural

· Ao contrário dos LCD’s, o display do e-book pode ficar de frente para a janela

· Evite posicionar luminárias atrás do e-book

· Abra as cortinas das janelas durante o dia

· Luz direta encima do display melhora a visibilidade

· Posicione o e-book sempre abaixo da linha dos olhos


Caso nada disso funcione a recomendação é passar por consulta com um oftalmologista. O especialista observa que a miopia está aumentando do mundo todo e 10% da população brasileira têm a síndrome do olho seco, uma redução na qualidade e quantidade da lágrima que turva a visão, atrapalhando a leitura.
 

 Não há Comentários para esta dica

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

v3nzg