Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Apesar de passar dos 100 milhões, cresce o número de refugiados

 

Apesar de passar dos 100 milhões, cresce o número de refugiados
[foto] - Número de refugiados continua crescendo pelo mundo
20-06-2022 10:53:35 (44 acessos)
Guerras, violência, perseguições e abusos de direitos humanos continuam pressionando povos de diversos países para deslocamentos como refugiados. Diz o mais recente relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, o ACNUR, que já passa (220615) de 100 milhões o número de pessoas que tiveram de abandonar tudo e procurar outro lugar no mundo para morar. Informa ainda que o problema continua crescendo na mesma ordem do que acontecia em 2021, quando eram 89,3 milhões os refugiados.

 

“Tendências Globais 2021”, o relatório do ACNUR mostra estes números: 

89,3 milhões de pessoas refugiadas ao final de 2021:

  • 27,1 milhões de refugiados, sendo 21,3 milhões de pessoas refugiadas sob o mandato do ACNUR e 5,8 milhões de pessoas refugiadas da Palestina sob o mandato da UNRWA
  • 53,2 milhões de pessoas deslocadas internamente
  • 4,6 milhões de solicitantes do reconhecimento da condição de refugiado
  • 4,4 milhões de pessoas da Venezuela deslocadas fora do País
  • A Turquia abrigava 3,8 milhões de pessoas refugiadas (a maior população em todo o mundo), seguido por Uganda (1,5 milhão), Paquistão (1,5 milhão) e Alemanha (1,3 milhão). A Colômbia acolhia 1,8 milhão de venezuelanos deslocados fora do País.
  • O Líbano abrigava a maior população de pessoas refugiadas per capita (em relação aos habitantes do País): 1 pessoa refugiada para cada 8 habitantes. Em seguida, vem a Jordânia (uma para cada 14) e a Turquia (uma para cada 23).
  • Mais de dois terços (69%) das pessoas refugiadas vieram de apenas 5 países: Síria (6,8 milhões), Venezuela (4,6 milhões), Afeganistão (2,7 milhões), Sudão do Sul (2,4 milhões) e Mianmar (1,2 milhão).
  • Quatro dos 10 países de origem com maior número de solicitantes de asilo, estão na América Latina e no Caribe: Nicarágua (2º lugar), Venezuela (4º), Haiti (5º) e Honduras (6º). Ao final de 2021, havia mais de 1,1 milhão de pessoas refugiadas e solicitantes de asilo de El Salvador, Honduras e Guatemala, em todo o mundo. As solicitações de reconhecimento da condição de refugiado apresentadas por pessoas da Nicarágua em 2021, foram 5 vezes maiores que em 2020.

 

Fonte: ACNUR
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

38RYm