Linguagem: EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Concessões no terceiro trimestre de 20-21 devem render R$ 30 bilhões

 

Infraestrutura quer R$ 30 bilhões com as concessoes do terceiro trimestre. Via Dutra em leilao
19-07-2021 11:14:40 (123 acessos)
Mais de R$ 30 bilhões é quanto deve render as licitações programadas pelo Governo Federal, entre os meses de julho e setembro de 2021. São concessões de aeroportos regionais, saneamento básico, rodovias estaduais e federais, preparadas pelo Ministério da Infraestrutura. U projeto que deve atrair investidores é a BR 116/101, a Via Dutra, entre São Paulo e Rio de Janeiro, uma das principais ligações rodoviárias do País. Há previsão de R$ 14,5 bilhões de investimentos em 30 anos.

Já está concretizado o leilão de concessão da rodovia BR-163, um trecho de 1.009 quilômetros entre Mato Grosso e Pará, projeto que exigirá quase R$ 2 bilhões em investimentos. Consórcio Via Brasil BR-163 arrematou a concessão da BR-163-230/PA-MT, que exigirá investimentos de R$ 2 bilhões ao longo de 10 anos de contrato. 

Entre Minas Gerais e Espirito Santo, são esperados investimentos estimados de R$ 7,7 bilhões em 30 anos na BR 381/262. Os projetos estão ainda em análise no Tribunal de Contas da União e podem sofrer algum atraso.

São Paulo

São Paulo terá diversos avanços em concessões. Já definiu investidores para 22 aeroportos paulistas, com leilões organizados em dois blocos, com um total de R$ 411 milhões de investimentos envolvidos em 30 anos, dos quais R$ 130 milhões nos primeiros quatro anos. O objetivo é melhorar a infraestrutura e o atendimento aos usuários e, além disso, gerar desenvolvimento econômico regional a partir das vocações de cada cidade.

No dia 31 de agosto, o governo paulista fará concessão dos parques estaduais da Cantareira e do Horto Florestal, ambos na capital. O escopo prevê a cessão das áreas de uso público por 30 anos, com investimento de R$ 45 milhões, dos quais R$ 31 milhões nos seis primeiros anos para revitalizar e modernizar a estrutura e diversificar a oferta de serviços aos usuários.

Por fim, no dia 15 de setembro, São Paulo oferecerá aos investidores o chamado Lote Litoral Paulista, formado por trechos rodoviários com extensão total de 222 quilômetros. O projeto compreende aproximadamente R$ 3 bilhões de investimentos para ampliação, operação, manutenção e realização de obras no sistema rodoviário que contempla 12 municípios.

Amapá  

Na área de saneamento, há também uma iniciativa importante, bastante aguardada pelo mercado, que medirá o apetite dos investidores. No dia 2 de setembro, ocorrerá a licitação da concessão de saneamento básico de todos os 16 municípios do Amapá em um único bloco. Estão previstos investimentos de R$ 3 bilhões.

A disputa será feita em dois estágios, misturando descontos na tarifa até determinado limite e, posteriormente, caso haja empate, a competição segue pelo maior valor de outorga. O método é uma forma de estimular a redução das tarifas e ao mesmo tempo evitar lances aventureiros – ou seja, ofertas tão baixas que garantem a vitória no leilão, mas, no longo prazo, podem tornar o contrato impossível de ser cumprido.

Os empreendimentos programados para licitação no terceiro trimestre estão listados no Livro Azul da Infraestrutura, publicação da Abdib que consolida os projetos de concessão e PPPs em condução pela União, estados e Distrito Federal. A publicação traz também análises revelando a atual situação dos investimentos na infraestrutura brasileira e o impacto dos novos projetos em estruturação de concessão na perspectiva de investimentos privados na infraestrutura entre 2021 e 2026.

 

Fonte: Agência INFRA
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

cUJpy