Frederik de Klerk, presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz junto com Nelson Mandela
Falecimento em 11/Novembro/2021

"Corajoso", este foi o adjetivo usado pelos políticos da atualidade, para definir a história do homem que foi presidente da África do Sul, o último de cor branca. 

 
Mas a trajetória desse Presidente foi muito complexa, pois para decidir acabar com o apartheid que dominava o País por 40 anos, teve de enfrentar os que o apoiavam sempre e que na história nunca o perdoaram. Aliás, passaram chamá-lo de "traidor" e em circunstâncias públicas, teve de enfrentar verdadeiros vexames por acusações, xingamentos e isolamentos.
 
Contudo de Klerk estava tão certo, que junto com o negro sucessor, Nelson Mandela, foi ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1993. 
 
Foi esse mesmo personagem importante da história dos direitos humanos, que deixou uma carta post mortem, na qual pede desculpas a todo dano que por ventura tenha causado aos cidadãos negros ou brancos (foto de Nobelprize.org).