11/02/2016 (23:08)

Agência Espacial da Europa prova desaparecimento de lago na Bolívia

Curiosidade geofísica está sendo provada por imagens operadas nos últimos 3 anos, pela Agência Espacial Europeia (ESA): na Bolívia o lago Poopó está praticamente desaparecido. Está situado na Cordilheira dos Andes e só é menor que o Titicaca. Degradação ambiental, ação do El Niño mutações do clima, se encarregaram de secar os 3000 km2 do lago.

 

Apesar do diagnóstico, os pesquisadores ambientais consideram que o excesso de extraçãode minérios por empresas nacionais e estrangeiras, estão provoando o fenômeno. Mineração é feita nos principais rios que abastecem o lago, também sofredores de completa degradação.

Governo boliviano fez um anúncio em 2015, registrando a catástrofe ambiental na região e o processo que pode levar a impactos diversos sobre a flora e especialmente a rica fauna ali habitante. Foram feitas promessas para rerduzir o problema, algo que não se concretizou. Configurado o "desastre natural", ainda não se sabe qual o tipo de ação que poderá recuperar o ecositema ali.

Governo querr US$ 114 milhões para o trabalho que tem de ser feito. Evaporação do Poopó já ocorreu outras vezes. Há uma lembrança do que ocorreu em 1994, mas a despeito do registro, a história mostra que a água retornou. Agora, pescadores estão sob ameaça de maior pobreza e os animais já desaparecendo. Entre esses aves raras que graçam também na Amazônia, símios, peixes de tamanho médio e grande, felinos e cachorros-do-mato. Nesse local, milhares de aves repousam, na trajetória de migração reprodutiva para o sul e norte.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

mQwZhD