29/12/2015 (13:22)

Marco das Três Fronteiras em Foz do Iguaçu vai cobrar ingresso

Apesar da inexistência de atrativos maiores, sem referência ao natural, o Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, não é mais aquela imagem histórica. O casarão de mais de 30 anos, foi abandonado. As instalações novas, que formam complexo de turismo, irão dispor de estacionamento, um centro para os visitantes e o bar "Cabeza de Vaca".

 

Marco das Três fronteiras tem de bonito o natural das águas dos rios Paraná e Iguaçu, este após as Cataratas. Apesar de valores naturais, a inexistência de estrutura cultural melhor, a sede nova já começa com algo reprovável: a cobrança de R$ 18 por pessoa. Medida já é definida pelos responsáveis na área de turismo.  

 

Há três marcos que expõem os domínios territoriais da Argentina, Paraguai e Brasil. O casarão construído há muitos anos, ficou a mais de 50 metros à beira dos rios; mas ali as cheias já o astingiram.  As atuais instalações são mais modernas e procuram exibir um pouco de cada país representado, bem como a imagem dos 3 marcos.

 

Obras ainda estão em andamento, mas parte já se encontram abertas, para atender os visitantes que insistem em conhecer os monumentos. Sem fiscalização maior, os estacionamentos já estão com acabamentos, os quais por isso mesmo precisam de reparos para fortalecer a seguranaça dos que por ali circulam a pé ou de automóveis. Obrigatoriamente, antes que ocorram tragédias, é preciso instalar defensas em todas as laterais.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

SO8j4b