04/09/2015 (21:29)

Queda na venda de veículos fecha 347 empresas em 2015, no Brasil

Durante os 8 meses de 2015, a queda na venda de veículos foi tão acentuada que obrigou ao fechamento de 347 empresas no Brasil. Não conseguiram emplacar qualquer automóvel 691 revendedores. Pior foi o reflexo humano, porque foram desempregadas 17 mil pessoas. Compradores estão preferindo os veículos seminovos mais equipados.

 

Diagnóstico de Alarico Assumpção, presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE) é que as vendas caíram por causa da crise política que piora a economia, desconfiança dos compradores, aumento de juros, inflação alta e desemprego. Mas quem conhece a realidade do outro lado, sabe que não é só isso. A origem do mal está no superfaturamento de automóveis, cuja fabricação é onerada pelos altos juros e taxas, bem como encargos sociais de trabalhadores. Em resumo, brasileiros sabem que os veículos fabricados nos EUA e Europa, são melhores em qualidade e custam menos.

 

Situação muito difícil que retrata a realkidade da economia, está no item veículos pesados. a venda de caminhões caiu 10,42% na comparação com julho e 46,1% sobre agosto de 2014. Foram vendidos 5.836 unidades. Onibus teve redução de 6,95% ante julho e 37% em relação a 2014, somando apenas 1.580 unidades em agosto. Furgões e picapes tiveram menor venda de 22,8% em relação a 2014.

 

 

 


.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

5Mm8yg