08/07/2015 (21:57)

UNESCO denuncia que há 124 milhões de crianças e jovens fora da escola

Nada menos que 124 milhões de crianças e adolescentes estão agora fora da escola, ao mesmo tempo em que a ajuda internacional à educação continua baixa comparada aos níveis de 2010. Estimativas sugerem que será necessário 39 bilhões de dólares extras para fornecer o ciclo de educação de 12 anos em países de baixa e de baixa-média renda.

 

O número de crianças e adolescentes em todo o mundo fora da escola aumentou para níveis preocupantes, dando um golpe nas metas de educação destinadas a alcançar a educação universal primária e secundária, alertou um novo estudo (150706) da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Relatório de Monitoramento Global Educação para Todos.

Além disso, os números mais recentes mostram que cerca de 24 milhões de crianças nunca vão entrar numa sala de aula, com as meninas sendo o grupo mais desfavorecido. Apenas no sul e no oeste da Ásia, 80% das meninas que estão fora da escola têm chances remotas de começar a estudar em comparação com 16% dos meninos.

Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, alertou que a menos que os países “assumam compromissos sérios” no sentido de aumentar a ajuda à educação, as metas ambiciosas feitas pela comunidade internacional prometendo 12 anos de acesso gratuito e equitativo à educação de qualidade “poderiam permanecer ilusórios para milhões de crianças e jovens”.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

Py11Qy