22/04/2015 (18:58)

Governos discutem preservação dos povos indígenas pelo mundo

Ameaçadas de extinção pelo avanço das economias e atitudes predatórias do meio ambiente, as nações indígenas do mundo estão sob análise em New York, na sede da ONU. Assim como no Brasil relatos mostram perigo de extinção de idiomas e costumes, mas o maior desafio é fazer que os indígenas desfrutem de segurança e tenham prosperidade.

 

No Fórum Permanente sobre Questões Indígenas da Organização, depoimentos, relatos e estudos vem sendo expostos à comunidade internacional, numa troca de experiências que já dura 14 anos. Este evento deve ser encerrado em 1º de maio dfe 2015, mas espera-se conclusões produtivas, porquer os governos estão mostrando empenho em preservar os povos indígenas e evitar qque sofram as agressões do mundo moderno e despolido. Jan Eliasson, vice-secretário geral da ONU aposta em progressos para a segurança e prosperidade dos povos indígenas do mundo.


“O fututo do bem-estar dos povos indígenas do mundo é uma parte crucial deste ano crítico. Agora é o momento dos povos indígenas estarem na vanguarda de uma agenda transformadora que não deixa ninguém para trás”.


Referindo-se a Conferência Mundial sobre Povos Indígenas de 2014, Eliasson elogiou os representantes por terem alcançado um “marco histórico” na relação entre os povos indígenas e os Estados-membros. Os países reafirmaram apoio à Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas e concordaram em estabelecer objetivos e compromissos sobre educação, território e meios de subsistência.


Discussões estão avançando sobre os temas de direitos econômicos, sociais e culturais dos povos indígenas.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

rFNapN