03/03/2015 (22:01)

Nomes de 82 implicados em corrupção já estão no Supremo Tribunal

São 82 os nomes que terão de responder perante a justiça, crimes praticados contra a Petrobras. Foram apresentados ao Supremo Tribunal Federal (STF), pela Procuradoria Geral da República que pede "abertura de inquérito" e "investigação". Na relação encontram-se 7 nomes para os quais se pediu o arquivamento por não terem cometido infração legal.

 

Procuradoria-Geral da República protocolou (150303) no Supremo Tribunal Federal (STF), a lista com pedidos de abertura de inquérito a fim de investigar pessoas suspeitas de envolvimento no caso de corrupção da Petrobras. Foram citados nos depoimentos da Operação Lava Jato.


Constam, no total, 54 nomes de investigados e feitos 28 pedidos de abertura de inquérito. Nem todos têm foro privilegiado. Além disso, foram feitos 7 pedidos de arquivamento. Nomes dos envolvidos não foram divulgados.


Em depoimentos de delação premiada, prestados no Ministério Público Federal e na Polícia Federal, o doleiro Alberto Youssef citou nomes de autoridades com foro privilegiado, como deputados federais e senadores, que, segundo o doleiro, receberam doações em dinheiro oriundo do esquema de corrupção.


Para ter validade, a delação premiada aguarda homologação do ministro Teori Zavascki, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Supremo.


As informações prestadas pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, por meio de delação premiada, também serão analisadas na formulação de denúncia dos envolvidos. 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

wEfxxD