15/01/2015 (19:16)

Jogos Olímpicos de 2016 cadastra para venda de ingressos e informes

Dos 7,5 milhões de ingressos colocados à disposição dos interessados, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2016 assegurou que 3,8 milhões não irão custar mais do que R$ 70. Residentes no Brasil terão acesso a 70% do total de ingressos e o restante para os demais interessados. Cadastramento seguirá até fevereiro, mas haverá mais 3 fases.

 

O cadastramento vai até fevereiro e é a primeira etapa do programa, que terá mais 3 fases. Em março, começa a segunda fase: os interessados já cadastrados indicam, no Portal de Ingressos, os esportes, as sessões, a quantidade de ingressos e os setores que desejam comprar. A partir daí, serão realizados dois sorteios: o resultado do primeiro sairá em junho e o do segundo, em agosto. De acordo com as regras, só participam do segundo sorteio quem fez o pedido no primeiro.


A terceira fase será a venda online, que ocorrerá em outubro; e a quarta e última etapa é a venda direta aos interessados nas bilheterias e ocorrerá somente em junho de 2016. Quem não mora no Brasil poderá comprar de revendedores autorizados. A lista dos revendedores será divulgada pelo comitê em março.


Na avaliação do presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, cerca de 60% dos ingressos serão transferidos aos interessados que forem sorteados na segunda fase da comercialização. “Estimamos que cerca de 60% dos bilhetes serão vendidos nessa fase, portanto os brasileiros que quiserem garantir um ingresso devem participar dessa etapa para ter mais chances”, disse.


Os preços dos ingressos variam entre R$ 40 e R$ 4.600 – que é o valor da entrada para a cerimônia de abertura das Olimpíadas, no dia 5 de agosto de 2016. De acordo com o comitê, 51% dos ingressos  custarão até R$ 70; 81% têm preços abaixo de R$ 300 e 3% do total ficam acima de R$ 600.


Para se habilitar à compra dos ingressos e se cadastrar no site, é preciso ter mais de 18 anos, além de CPF e endereço fixo no Brasil. Para o pagamento são aceitos cartões com a bandeira Visa, além de dinheiro, para a venda nas bilheterias.


Confira aqui a tabela de preço dos ingressos.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

q85Lux