27/06/2014 (14:33)

Consumidor perde a confiança, segundo pesquisa da indústria do Brasil

Confiança do consumidor é a mais baixa dos últimos 9 anos, em relação à inflação, ao desemprego, à renda pessoal e à intenção de realizar compras de maior valor. É o que informa o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) divulgado (140627) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). perda de confiança se liga às perspectivas ruins.

 

INEC registrou 106,3 pontos em junho de 2014, 1,2% inferior ao de maio em 3,5% a menos do que em  junho de 2013. Perda de confiança se deve às perspectivas para os próximos 6 meses em relação à perda de emprego e redução da renda pessoal. Em maio, o Inec já havia indicado queda de 1% em relação a abril, chegando ao mais baixo desde março de 2009 – ano da crise financeira mundial.


Em relação à expectativa de desemprego, o indicador da confederação caiu 5% no mês de maio e chegou a 108,9 pontos. Quanto à redução da renda pessoal, houve recuo em 4,8%. A perspectiva para a inflação também diminuiu e chegou a 2,8% em junho. Quanto maior a queda desses indicadores, maior o pessimismo do consumidor.


"Esses resultados indicam que a baixa confiança do consumidor,  já observada nos 4 meses anteriores, se tornou ainda mais aguda em junho". É mais um item da pesquisa.


Historicamente o endividamente dos brasileiros vem sendo acentuado. E#stá sempre superior a 60% e avança, inclusive com problemas para garantir ois pagamentos de compromissos assumidos perante cartões de crédito, bancos e comércio.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

peAAGe