15/06/2017 (20:16)

Idosos estão cada vez mais vulneráveis a abusos físico e financeiro

Pelo menos 6% da população mundial de idosos já sofreram com abusos psicológicos, financeiros e físicos. Afirmação é da Organização Mundial da Saúde (OMS). Tão preocupante que o próprio secretário-geral da ONU, fez declaração pública e apelou à comunidade internacional para proteger as pessoas de mais avançada idade.

 

A OMS também alertou que os abusos e violência contra os idosos, em algumas sociedades, são pouco reconhecidos, além de serem equivocadamente identificados como assuntos privados.

Nos países em que a taxa de expectativa de vida é maior, os maus-tratos aos idosos tendem a aumentar ainda mais. Essas agressões podem gerar lesões físicas e consequências psicológicas de longa duração.

“Apelo aos Estados-membros para promulgar e aplicar leis e estratégias mais fortes para lidar com todos os aspectos deste problema de saúde pública, social e de direitos humanos, pouco reconhecido”, disseram autoridades da ONU. Ressaltam que todos os seres humanos nascem com o direito de envelhecer com dignidade, sem ser vítima de qualquer tipo de violência ou abuso.

 

Ameaças constantes, falta de atenção e exploração financeira,

além de agressões, são os piores maus tratos que os idosos

sofrem no Brasil e no mundo. Quanto mais incultae pobre,

maior o volume de descuidado. Agressões físicas

representam mais de 15% e a financeira, vai alémde 30%.

 

É uma situação que passa pela falta de cuidado das autoridades de segurança e aplicação do direito. Ministério Público que é confiável, tem falhado na atenção aos reclamos para proteção dos idosos. Com enmorme burocracia que domina o Judiciário como um todo e a demora em prestar socorro, contribuem para o agravamento da situação.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

wNmzct