06/03/2014 (19:29)

Corrupção faz África perder US$ 50 bilhões por ano

Denúncia não é nova, mas as Nações Unidas anunciaram que as perdas com corrupção, através de desvios e outras ilicitudes, fazem africanos mergulharem cada vez mais na pobreza e impedem o desenvolvimento. Há indicação de que as perdas superam todos os investimentos recebidos no Continente. Apelo é para que os aliados ajudem evitar o problema.

 

vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, e o ex-presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, destacou na quinta-feira (6) a necessidade de esforços globais para lidar com o problema dos fluxos financeiros ilícitos originários da África, que vêm prejudicando o desenvolvimento do continente nas últimas décadas.


Segundo estimativas das Nações Unidas, a África perde 50 bilhões de dólares por ano em fluxos ilícitos, o que ultrapassa os investimentos recebidos pelo continente. Jan Eliasson, vice-secretário geral da ONU e o ex-presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, mostraram que dois terços das saídas de dinheiro são feitas por multinacionais.


Além de multinacionais, aproximadamente 30% vêm de atividades criminais, incluindo tráfico humano e do narcotráfico, assim como outras práticas corruptas. Segundo Mbeki, os recebedores desse dinheiro são países desenvolvidos e paraísos fiscais.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

eFDaHf