16/09/2013 (21:25)

Seleção feminina de futebol ganha patrocínio da Caixa Federal

Futebol feminino do Brasil está recebendo uma força considerável, com o patrocínio da Caixa Econômica Federal CEF). Pode ser que não supra definitivamente a falta de investimentos para crescer, mas é um empurrão que a Confederação Brasileira dá aos times que abrem dia 16 o campeonato nacional.

 

Futebol feminino do Brasil está recebendo uma força considerável, com o patrocínio da Caixa Econômica Federal CEF). Pode ser que não supra definitivamente a falta de investimentos para crescer, mas é um empurrão que a Confederação Brasileira dá aos times que abrem dia 16 o campeonato nacional.


Futebol feminino tem retrospecto internacional vitorioso, e a melhor jogadora do mundo, durante 5 anos seguidos, foi a atacante Marta, escolhida em eleições da Fifa.


A formação mais recente do time brasileiro é esta: Andreia, Bruna, Erika, Renata Costa, Fabiana, Franciele (Daiane), Formiga (Grazielle), Ester, Maurine, Marta, Thaisinha (Cristiane). Mas há um processo de renovação constante, diante da existência de valores cada vez melhores.


O último campeonato brasileiro foi disputado em 2001 e teve como campeão o Santa Isabel, de Minas Gerais. Daí em diante, a única competição de futebol feminino de nível nacional realizada é a Copa do Brasil, que começou em 2007 e é disputada no sistema mata-mata (jogos eliminatórios de ida e volta). Campeonao Brasileiro é por pontos corridos. O último campeão da Copa Brasil foi o São José, de São Paulo, em 2013.


Mesmo com pouco apoio, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino conquistou medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003, em Santo Domingo, na República Dominicana, e em 2007, no Rio de Janeiro. As brasileiras foram medalha de prata nas Olimpíadas de 2004, em Atenas, e de 2008, em Pequim, e vice-campeãs no Mundial da China, em 2007. Com 7 gols, Marta foi a artilheira do Mundial.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

lNPDkE