20/06/2013 (22:58)

Gás Lacrimogêneo Pode Comprometer a Visão

Gás lacrimogêneo usado pelas polícias contra manifestantes por direitos no Brasil, podem causar sérios problemas à saúde dos olhos. Proteja-se.

 

Água fria é o melhor remédio logo após o contato. Conheça os riscos e como proteger seus olhos

As manifestações que estão tomando conta do Brasil podem guardar riscos para a visão de quem transita pelas ruas, sejam manifestantes ou não. Isso porque, de acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, é nos olhos que podem ocorrer complicações mais graves após a exposição ao gás lacrimogêneo que vem sendo utilizado para conter as manifestações.

Composto de substâncias tóxicas como clorobenzilideno, dibenzoxazepine ou cloroacetofenona o gás provoca irritação ocular, nas vias respiratórias, pele e trato digestivo que geralmente duram uma hora ou mais, dependendo do tempo de exposição e da ventilação, destaca.

Maior contaminação

O médico explica que a reação do olho quando entra em contato com o gás é de defesa. Por isso ardem, lacrimejam muito, ficam vermelhos e a córnea dilata fazendo a visão ficar embaçada. “A reação natural das pessoas é levar as mãos aos olhos. Isso só piora o efeito porque espalha as substâncias na superfície e pode aumentar a penetração”, adverte. A irritação dos olhos também pode piorar quando são usados panos enrolados na cabeça ou pintura no rosto. “Os panos e as pinturas ficam impregnados pelo gás o que aumenta a evaporação das substâncias. Quem estiver com conjuntivite que é bastante comum nesta época do ano e pessoas alérgicas devem ficar bem longe das manifestações

Não podemos nos esquecer, comenta, dos 2 milhões de brasileiros que usam lente de contato. Devem ser retiradas imediatamente do olho porque podem ficar contaminadas e provocar lesões na córnea.

Como se proteger

Queiroz Neto afirma que para proteger os olhos o ideal é usar óculos fechados nas laterais. Em caso de contato com o gás ensina tirar os óculos, e lavar com bastante água. Permanecer com os óculos contaminados piora a irritação dos olhos. Na opinião do médico as lentes gelatinosas não devem ser reutilizadas nem após a higienização. “Neste caso devem ser descartadas porque podem sofrer alterações que podem comprometer a saúde da córnea”, adverte. Aos usuários de lentes rígidas recomenda fazer a desimpregnação em um centro especializado antes de reutilizar.

Em caso de falta de proteção a recomendação é lavar os olhos com água fria até desaparecer o desconforto e não coçar ou tocar os olhos com as mãos sujas. Quem quer participar das manifestações deve usar roupas bem fechadas para evitar o contato da pele com o gás, mas jamais retirar a roupa pela cabeça para não tocar a boca e os olhos com o tecido, comenta.

Grávidas, alérgicos e asmáticos devem ficar longe dos ativistas. Para estes grupos as conseqüências do gás lacrimogêneo podem ser fatais apesar de ser considerada uma arma branca, conclui.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

AL97eb