04/10/2018 (22:13)

No horário de verão consuma alimentos sadios e frescos aliados a exercícios

Quem não conseguiu preparar o organismo uma semana antes, pode diminuir os efeitos negativos do horário de verão que antecipa a vida em uma hora. Modificar a alimentação e praticar exercício físico, são recomendações que os médicos fazem para quem se perturba com o novo horário. Entra aqui o cuidado com as comidas que devem ser mais leves.

 

 

Comidas mais leves e em quantidade menor, refletem na qualidade de vida, inclusive permitindo sono melhor. Especialistas recomendam dividir alimentação em 6 etapas da manhã à noite.

A prática de exercícios físicos ao terminar a jornada de trabalho, é algo imprescindível para qualquer organismo que vive horário de verão. Isso permite que o corpo obtenha ganhos em aquecimento para o sono. Mas não pode ser exercício pesado.

Quem não está acostumado dormir de madrugada, ideal é seguir um programa de adaptação. A primeira regra é antecipar em 1 hora ou mais, o momento de se deitar.

Mas os cuidados devem ser redobrados com a saúde, especialmente com o elevado calor. Quem não tem ar condicionado, deve permanecer em local de boa ventilação e à noite, atenção com a qualidade dos alimentos. Não esquecer o elevado consumo de água, começando antes da primeira refeição ou café da manhã.

 

1 comentário para a notícia

Avatar

Rose Messias

20/10/2014 às 17:15

Boas Dicas de Noticiário, pois até acostumarmos com o novo horário, nosso organismo sofre. Rose Messias

Comente esta notícia 

 

N3xlS5