09/09/2019 (20:52)

Até 19 de setembro, ANATEL recebe sugestões para Internet das coisas

Brasileiros já podem enviar comentários e sugestões sobre regras para a expansão da Internet das Coisas no País. A consulta pública, divulgada no Diário Oficial da União pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), é feita até o dia 19 de setembro de 2019. Manifestações enviadas por meio eletrônico ou por carta, serão examinadas e ficarão públicas no site da Biblioteca da Agência. No mesmo endereço é possível consultar a proposta original do Governo para a regulamentação das tecnologias.

 

Brasileiros já podem enviar comentários e sugestões sobre regras para a expansão da chamada Internet das Coisas no País. A consulta pública, divulgada no Diário Oficial da União pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ficará aberta até o dia 19 de setembro de 2019. As manifestações enviadas por meio eletrônico ou por carta, serão examinadas e ficarão públicas no site da Biblioteca da Agência. No mesmo endereço é possível consultar a proposta original do Governo para a regulamentação dessas tecnologias.

As contribuições e sugestões, fundamentadas e identificadas, devem ser encaminhadas, preferencialmente, por meio do formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública (SACP). Também é possível enviar carta, fax ou correspondência eletrônica. Nestes últimos casos, o texto deve ser encaminhado à Superintendência de Planejamento e Regulamentação da agência reguladora, destacando CONSULTA PÚBLICA Nº 39, DE 2 DE AGOSTO DE 2019, endereçado ao Setor de Autarquias Sul - SAUS - Quadra 6, Bloco F, Térreo - Biblioteca, CEP: 70070-940 - Brasília/DF. Para e-mail, as manifestações devem ser encaminhadas para biblioteca@anatel.gov.br

Plano Nacional

No último dia 26, o governo federal publicou Plano Nacional de Internet das Coisas, definindo uma série de objetivos para o fomento a esse tipo de tecnologia no país, apontando áreas prioritárias e criando um órgão consultivo formado por diversos ministérios para avaliar a implementação das ferramentas.

Para isto, o conceito de Internet das Coisas ficou definido como “a infraestrutura que integra a prestação de serviços de valor adicionado com capacidades de conexão física ou virtual de coisas com dispositivos baseados em tecnologias da informação e comunicação existentes e nas suas evoluções, com interoperabilidade”. (http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-06/governo-anuncia-plano-nacional-de-internet-das-coisas )

Fonte: ANATEL e Agência Brasil

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

qcCDfh