08/06/2019 (12:27)

ONU ajuda próxima expedição pelos mares, da Família Schurmann

“Voz dos Oceanos” é como se chama a próxima expedição da Família Schurmann que vai começar em dezembro de 2019 e seguirá pelos oceanos do mundo. Desta vez a ONU Meio Ambiente está participando e isso foi decidido em contrato assinado (190608) na tenda #MaresLimpos no mutirão de limpeza de praia #AqueleAbraço, organizado pela Route Brasil, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Decisão coincide com o Dia Mundial dos Oceanos.

 

Defensora da campanha #MaresLimpos — maior aliança global contra o lixo nos oceanos-, a família Schurmann partirá pela costa brasileira e por oceanos do mundo com a expedição de 18 meses.

Objetivo é registrar o que está acontecendo nos oceanos.

A ação pretende identificar potenciais soluções capazes

de reverter o cenário catastrófico para as águas do planeta,

além de mobilizar governos, organizações, cientistas e sociedade

civil em torno da urgência de medidas efetivas em prol dos oceanos.

A expedição deve percorrer cerca de 40 pontos estratégicos, incluindo ilhas como Fernando de Noronha, Manhattan (Nova Iorque) e Dulcie. Vai passar também por alguns pontos nos mares, onde os mais variados itens de plástico se acumulam, vindos de diferentes partes do mundo por meio das correntes marítimas.

“Ao apresentar um projeto que busca reunir vozes do mundo todo para, juntas, se tornarem a voz dos oceanos, a Família Schurmann vai além do seu papel de defensora da #MaresLimpos no Brasil. Ela passa a ser uma defensora global que, com seu veleiro Kat, levará nossa missão para vários países e nações”. Foi o que disse a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú.

“Em 2017, quando fomos convidados pelo escritório do Brasil da ONU Meio Ambiente para atuar como defensores #MaresLimpos. Assumimos esse compromisso com muito orgulho. Juntos, desenvolvemos iniciativas importantes de conscientização e engajamento da população brasileira, incluindo o projeto Conexão Schurmann #MaresLimpos”. São explicações de David Schurmann, Chief Creative Officer (CCO) da Schurmann.

“Mas temos total consciência de que esta é uma luta maior. Navegando pelo planeta, testemunhamos a presença de poluição plástica até mesmo em ilhas completamente desertas. Isso nos incomoda e nos faz querer mais.”

Estima-se que, todos os anos, de 8 milhões a 13

milhões de toneladas de plástico cheguem aos

oceanos. Além de poluírem as águas, esses resíduos

causam a morte de 100 mil animais marinhos e de 1 milhão pássaros.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

asuY8m