10/01/2019 (00:45)

Turismo pelos mares ganha portos de embarque no sul

Animou os agentes e empresários do segmento de turismo, o anúncio de que Itajaí vai receber navios para embarque de turistas brasileiros que antes precisavam se deslocar até Santos para iniciar as viagens. Ao mesmo tempo, em Paranaguá, trata-se de melhorar o complexo náutico para recepção de navios de passageiros. Futuramente será embarque.

 

Para ampliar o turismo em todo o Litoral, a APPA prevê construção de uma área específica para receber navios de passageiros. O Complexo Náutico prevê a construção de áreas de convivência, marina, receptivo e elementos de promoção da cultura regional.

Todos os dados, mapas e estudos de impacto ambiental das obras, estão disponíveis para a população. As consultas podem ser feitas no site www.portosdoparana.com.br, clicando no link correspondente no menu lateral direito. Os documentos também ficam disponíveis, até dia 23, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Paranaguá, Colônia de Pescadores Z1 e Associação pró-obras sociais do Santuário Estadual Nossa Senhora do Rocio.

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) promove em 23 de janeiro, às 19 horas, a audiência pública para apresentação do projeto de ampliação do cais de acostagem do Porto de Paranaguá. A reunião será no salão social do Santuário do Rocio (praça Padre Thomaz Sheehan, 211) e toda comunidade pode participar.

Projeto prevê a implantação dos Píeres T, F e L, além da construção de um complexo náutico para recepção de navios de passageiros. As obras devem melhorar a infraestrutura da área portuária, dar mais agilidade à movimentação de produtos e alavancar o turismo na região.

Novo píer para exportação 

Corredor de Exportação, área para embarque e desembarque de granéis sólidos, será ampliado. O píer em formato T será paralelo ao cais que já existe, com estrutura para receber mais quatro navios de forma simultânea. Além disso, a construção será na bacia de evolução, permitindo maiores profundidades com menores esforços de dragagem.

O complexo para exportação de grãos ganhará ainda uma nova área: o píer em formato F, no setor oeste do cais atual. Serão dois píeres de carregamento, paralelos ao cais acostável e interligados à extremidade oeste do berço 201.

O projeto também prevê a ampliação do píer de inflamáveis, que ganhará dois novos berços, em um novo píer em formato L.

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

mgPIFa