19/09/2018 (11:52)

Chernobyl a causa de 20 mil casos de câncer de tireoide: UNSCEAR

Chernobyl, usina nuclear ucraniana que explodiu há 32 anos, é responsável pela incidência de mais de 20 mil casos de câncer de tireoide catalogados entre 1991 e 2015. Quem falou isso foi o Comitê Científico sobre os Efeitos da Radiação Atômica (UNSCEAR). Pacientes eram à época crianças e foram afetadas pelas "altas doses de radiação" do desastre.

 

Câncer envolveu pessoas que tinham menos de 18 anos em 1986 e que viviam nas áreas afetadas da antiga União Soviética, de acordo com o novo estudo do Comitê. Estima agora que 1 em cada 4 desses casos é atribuível à exposição à radiação nuclear.

“O câncer de tireoide tornou-se um grave problema após o acidente de Chernobyl e mais pesquisas são necessárias para que possamos entender melhor as consequências a longo prazo”, disse o presidente da UNSCEAR, Hans Vanmarcke.

A explosão na usina nuclear de Chernobyl em 26 de abril de 1986 espalhou uma nuvem radioativa em grande parte da antiga União Soviética, onde atualmente estão Belarus, Ucrânia e Rússia. Quase 8,4 milhões de pessoas nessas áreas foram expostas à radiação.

Cerca de 116 mil pessoas foram removidas da área na época e outras 230 mil evacuadas nos últimos anos.

Em 8 de dezembro de 2016, a Assembleia Geral da ONU adotou uma resolução que definiu o dia 26 de abril como o Dia Internacional de Lembrança do Desastre de Chernobyl.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

ZXHW4a