09/08/2018 (22:54)

Petrobras recebe maior valor desviado pela corrupção: R$ 1,034 bilhão

R$ 1.034.403.939,75 é quanto a Petrobras recebeu do grupo de trabalho da Lava Jato, em Curitiba, fruto da devolução conquistada por acordos de colaboração e leniência com pessoas físicas e jurídicas que praticaram corrupção. Com esse valor a Empresa já obteve de volta R$ 2,5 bilhões, mas a conta dos desvios apurada até aqui totaliza R$ 6,2 bilhões.

 

Acordos de colaboração e leniência celebrados com pessoas físicas e jurídicas foram planejados e executados pelo Ministério Público Federal. Conforme Ivan Monteiro, presidente da Petrobras, esses recursos recuperados reforçam o reconhecimento da condição de vítima da Empresa. 

Lembra que o papel da companhia na Lava Jato não tem sido apenas passivo. “A Petrobras está atuante e comprometida em receber cada centavo que foi desviado, além das indenizações devidas. Nesse sentido, tem atuado como coautora com o Ministério Público Federal e a União em 16 ações de improbidade administrativa e é assistente de acusação em 51 ações penais”.

“A companhia, que é reconhecida pelas autoridades como vítima dos atos desvendados pela Operação, seguirá adotando as medidas cabíveis contra empresas e indivíduos que lhe causaram prejuízos. A Petrobras atua como coautora do Ministério Público Federal e da União em 16 ações de improbidade administrativa em andamento, além de ser assistente de acusação em 51 ações penais”. Assim diz um comunicado assinado pela direção da Companhia.

Monteiro afirmou que a Petrobras nunca se beneficiou dos crimes descobertos pela Operação Lava Jato. “Muito pelo contrário, foi reconhecida como vítima de um esquema criminoso e sofisticado. Esse reconhecimento foi dado não só pelo Ministério Público, mas também em todas as instâncias do Poder Judiciário, inclusive a mais alta Corte do País, o Supremo Tribunal Federal”.

Foram autores da histórica corrupção contra a até então maior empresa do Brasil, ex-diretores, funcionários e prestadores de serviço, envolvidos com o sistema de Governo.

Os desvios identificados até agora, são contundentes. “É um valor muito significativo. Mas não vamos parar por aqui. As ações que mencionei são um conjunto de medidas que estão sendo adotadas para garantir o ressarcimento integral, inclusive, os relacionados à sua reputação. Reforço o compromisso da Petrobras em cooperar com as investigações”. Palavras do Presidente da Petrobras.

Para o responsável pela Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, a devolução dos recursos desviados da Petrobras, é uma atestado de que "os brasileiros são capazes de vencer a corrupção. A solução depende só de boa vontade e capacidade política".

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

isoE2U