05/04/2018 (21:44)

Saúde para todos, o desafio do dia mundial em 2018

Promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos, são fundamentos da constituição da Organização Mundial da Saúde, que vigora desde 1948. Hoje a luta é garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer forma de preconceito e sem sofrer contrapartidas financeiras.

 

“Saúde para todas e todos; em todos os lugares” é o lema escolhido pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para a campanha do Dia Mundial da Saúde (celebrado dia 7 de abril) em 2018. Na data, os dois organismos internacionais chamam atenção para a importância da saúde universal.

Proposta é assegurar que todo cidadão do mundo, tenha promoção da saúde,

prevenção de doenças, tratamento, reabilitação e cuidados paliativos, que devem

ser de qualidade, integrais, seguros, eficazes e acessíveis a todos. O direito a

esses e outros cuidados de saúde estão garantidos na Constituição da OMS,

que foi publicada em 1946 e entrou em vigor em 1948. Reconhece que “o mais

alto padrão possível de saúde é um dos direitos fundamentais de todo ser humano,

sem distinção de raça, religião, crença política ou condição econômica ou social”.

O principal objetivo da campanha deste ano é aumentar a conscientização sobre a necessidade de cobertura e acesso à saúde universal, além dos benefícios que isso pode trazer. Hoje, por exemplo, ao menos metade da população mundial ainda não tem acesso aos serviços de saúde dos quais necessitam. Esse fato força milhões de pessoas à pobreza enquanto lutam para pagar seus gastos com saúde. De acordo com as recomendações da OMS, as despesas para acessar os serviços de saúde não devem ser superiores a 20% dos gastos totais em saúde.

Em muitos países, no entanto, essa porcentagem é muito maior, colocando as pessoas em risco de cair na pobreza. Além das barreiras financeiras, outros tipos de obstáculos impedem que a população acesse os serviços de saúde dos quais precisam: localização física ou geográfica, barreiras institucionais, aceitação cultural, estigma e discriminação.

O Dia Mundial da Saúde ocorre todos os anos na mesma data em que a OMS foi criada, em 7 de abril de 1948. Em 2018, as Américas lembram o 40º aniversário da Declaração de Alma-Ata. Embora grandes avanços tenham sido alcançados em termos de saúde, a região continua a ser uma das mais desiguais. Em resposta a isso, um movimento coletivo de transparência, responsabilidade e advocacy evoluiu em um impulso para a saúde universal.

O Dia Mundial da Saúde de 2018 também

será um dia de advocacy para apoiar este

movimento, de acordo com a OPAS/OMS.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

wbP6QE