20/03/2018 (22:02)

Crise de água afeta 917 municípios no Brasil

Num País onde 11% de toda a água doce do mundo, há crise hídrica em 917 dos 5.500 municípios. São localidades onde existe seca e estiagem transformando a vida em emergência permanente durante o ano. Isto é o que foi revelado pelo Governo no Fórum, Mundial, em Brasília. Apesar da economia e tropeços, fala-se em "investimentos" como solução.

 

Mais do que falta de água, em estados onde a população é mais esclarecida culturalmente, como o Rio Grande do Sul, já existem desertos iniciados. Historicamente a conservação das nascentes foi desmerecida, para dar lugar à agricultura enriquecedora. Conceitos de preservação amnbiental inexistiram e as consequências já se fazem sentir. Há até racionamento no abastecimento de água.

 

Para Helder Barbalho, ministro da Integração, a crise hídrica não é mais um problema somente do Nordeste, onde está maioria das cidades. Do total de municípios, 211 são na Bahia, 196 na Paraíba, 153 no Rio Grande do Norte, 123 em Pernambuco, 94 no Ceará, 40 em Minas Gerais, 38 em Alagoas, 18 no Rio de Janeiro, 17 do Rio Grande do Sul.

 

Barbalho diz que o País tem cerca de 11% da água doce do planeta, mas a distribuição territorial não é uniforme. “Temos de intensificar a cooperação entre os órgãos governamentais. É importante que os estados estejam integrados, otimizar as estratégias de uso racional. Édeterminante” revitalizar o Rio São Francisco, buscar integração entre baciais das regiões do Brasil e investir em saneamento básico. No momento em que constatamos que a escassez e a insegurança hídrica não mais se reportam apenas ao Nordeste, é fundamental que as intervenções passem por um diálogo federado”.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

qgrd93