05/02/2018 (22:57)

Hohenzollern, castelo mais famoso da Alemanha

Situado a 50 quilômetros (km) de Stuttgart, no estado de Baden Württemberg, o castelo Hohenzollern é um dos mais impressionantes da Alemanha. Serviu de residência ao derradeiro monarca (Jaiser) Wilhelm II, em 1945. Está situado na montanha de 855 metros de altura e ali estão sepultados Wilhelm e a esposa Cecilie. É visita obrigatória aos turistas.

 

O castelo foi construído durante o século XI, propriedade da família Hohenzollern. A família Hohenzollern estava no poder durante a idade média e governou a Prússia, Brandemburgo e o Império Alemão até o final Primeira Guerra Mundial.

“O castelo foi construído como um memorial da família, portanto, nenhum membro da família Hohenzollern estava na residência permanente ou regular, quando foi concluída. Em 1945, tornou-se a casa do ex-príncipe Wilhelm da Alemanha, filho do último monarca Hohenzollern, Kaiser Wilhelm II.

300 mil visitantes

 

Depois da reconstrução, o castelo nunca foi habitado por longos períodos, tendo apenas funções representativas. Apenas o último príncipe real, Guilherme da Prússia (1882–1951), viveu por alguns meses no castelo, depois da fuga de Potsdam, no final de 1945. Tanto ele como a esposa, a princesa Cecília de Mecklemburgo-Schwerin (1886-1954).

 

A partir de 1952, o castelo passou a contar com objectos de arte e recordações da história da Prússia, anteriormente na posse da família e do antigo Museu Hohenzollern do Schloss Monbijou: A Coroa Real da Prússia, juntamente com o uniforme de Frederico o Grande, encontram-se entre as peças mais importantes da colecção. Entre 1952 e 1991, os túmulos dos reis Frederico Guilherme I e Frederico o Grande estiveram no castelo. Depois da Reunificação da Alemanha, em 1991, foram trasladados de volta para Potsdam.

 

O Burg Hohenzollern ainda é uma propriedade privada. Dois terços pertencem à linhagem Brandemburgo-prussiana da Casa de Hohenzollern e o restante terço à linhagem suábia-católica. Desde 1954, o castelo recebe nas férias de verão as crianças berlinenses necessitadas da Fundação Princesa Kira da Prússia.

O Burg Hohenzollern serve, atualmente, de atracção turística, recebendo mais de 300 mil visitantes por ano e sendo considerado um monumento significativo. Para isso contribui, também, a excelente conservação da decoração neogótica (Wikipedia).

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

b12jwG