13/06/2017 (19:45)

Destino de turismo, Parque de Itatiaia aos 80 anos, oferece atrações

Trilhas, cachoeiras, mirantes, escaladas, mais de 300 espécies de pássaros e 50 de mamíferos, além de 5 mil tipos de insetos e répteis e anfíbios. É considerado um dos melhores lugares do mundo para a prática de observação de pássaros. São atrações que os turistas podem encontrar ao visitar o Parque Nacional de Itatiaia, na Serra da Mantiquerira

 

O Parque Nacional de Itatiaia, inaugurado pelo presidente Getúlio Vargas, está aberto para o público todos os dias do ano, oferecendo diferentes atividades para visitantes de todas as idades. O local tem fácil acesso pela Rodovia Presidente Dutra.

 

Localizado na Serra da Mantiqueira, entre Itatiaia e Resende, no estado do Rio de Janeiro,

e Bocaina de Minas e Itamonte, em Minas Gerais, o parque é o mais antigo do Brasil.

Inaugurado em 1937, faz parte da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reconhecida

pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco),

além de ser classificado pelo Ministério do Meio Ambiente como área de prioridade

extremamente alta para a conservação da biodiversidade.



A parte alta do parque também é chamada de Planalto de Itatiaia, onde estão concentradas formações rochosas que compõem as paisagens impressionantes dos famosos pontos turísticos da região, como o Morro do Couto, a Pedra do Altar, as prateleiras e o Pico das Agulhas Negras, o ponto mais alto do estado do Rio de Janeiro, com 2.791 metros de altura, onde no inverno as temperaturas ficam abaixo de 0° Celsius.

 

Centro de visitantes novo

Parque Nacional de Itatiaia acaba de ganhar o centro de visitantes, inteiramente revitalizado (170613), em comemoração aos 80 anos.

Na reinauguração foi aberta a exposição interativa da fauna e flora da região e lançado o livro de fotos Aves do Parque Nacional do Itatiaia, do fotógrafo Luiz Carlos da Costa Ribenboim, que se dedica aos registros de pássaros há mais de 10 anos. A publicação reúne imagens de diversos fotógrafos da região.

 Diversas atividades comemorativas estão programadas para 2017, como um seminário organizado pela Confederação Brasileira de Montanhismo, atividades educativas e exposições de fotos do parque.

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

pV1KXR