09/06/2017 (19:30)

Por direitos humanos, ONU pede entrada na Venezuela

Ingresso "urgente" de missão avaliadora na Venezuela, foi pedida e deverá ser organizada ainda na próxima semana, para ingresso na Venezuela. Zeid Ra’ad Al Hussein, alto comissário, explicou que a medida permitirá uma análise imparcial e assistência rápida aos milhares de cidadãos que há muito clamam por socorro na mídia internacional.

 

Na 35ª reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU, o Alto Comissário das Nações Unidas para Direitos Humanos(ACNUDH), insistiu que os venezuelanos sofrem com a esdcassez de tudo e também pediu o fim do conflito na Palestina e o combate ao terrorismo. “Peço ao governo para aceitar minha solicitação de enviar uma missão de trabalho ao local”.

Recorda que em países onde aparentemente surgem situações críticas e que negam acesso da ONU, a única opção restante é levar a cabo investigações à distância com base nos relatórios públicos disponíveis.

Israel e Palestina

O alto-comissário também fez referência ao conflito entre Israel e Palestina e pediu o fim imediato dos 50 anos de ocupação das terras palestinas pelos israelenses. Ressaltou que tal desfecho beneficiaria ambas as partes. “Manter a ocupação prolongará uma dor imensa para os dois povos”.

Zeid declarou ainda condenar a brutalidade das ações do grupo terrorista ISIL. “Mais uma vez condeno em termos mais enérgicos os ataques covardes e doentios praticados contra inocentes por parte de terroristas insensíveis que operam em muitas partes do mundo”.

Explica que as táticas contra o terrorismo devem ser executadas de forma inteligente, contemplando o respeito aos direitos humanos, já que para cada cidadão detido injustamente se alimenta o sentimento de injustiça contra as autoridades.

O alto-comissário também expressou grave preocupação com as intimidações e represálias que agentes de direitos humanos sofrem de governos e funcionários estatais. Lembrou que tais atos atacam um elemento fundamental para o trabalho do Conselho.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

EzdEXI