17/04/2017 (20:49)

Turismo dá um salto em tempo de crise: 1,2 bilhão de viajantes

Salto significativo nos negócios é o que deu o turismo internacional em 2016. Com o r3egsitro de 1,2 bilhão de viajantes, o segmento da economia mostrou que o povo continua com forte apetite por viajar, gerando benefícios aos países, estimulando o crescimento econômico e gerando empregos. Lembranças são de Taleb Rifai, o secretário-geral da UNWTO

 

UNWTO, é a Organização Internacional do Turismo que mostrou agora a China liderandso todos os números de viagens pelo mundo, perfazendo 12% do bolo global de faturamento. Negócios na área renderam US$ 261 bilhões, impulsionados pore 135 milhões de viajantes. Há 12 anos o mercado turístico chinês vem registrando números positivos. ais procurados são regiões da Ásia, do Pacífico, notadamente o Japão, Coreia do Sul e Tailândia, além de EUA e Europa.

São expressivos os faturamentos obtidos pela Coreia e Austrália, cada um com US$ 27 bilhões. Hong Kong obteve US$ 24 bilhões. No ranking positivo do turismo mundial, aparece em segundo os EUA, com US$ 122 bilhões (US$ 9 bilhões a mais que o ano de 2015). Crescimento em número de turistas foi de 8% sobre 2015, que registrou 74 milhões. Na América o Canadá foi o segundo em faturamento de turismo, com US$ 29 bilhões e 31 milhões de viajantes.

Alemanha, Inglaterra, França e Itália registraram 5% de crescimento e situaram a Europa em terceiroi lugar. EEm 2015 o turismo rendeu US$ 81 bilhões. Pela Inglaterra passaram 70 milhões de turistas em 2016 e rendeu US$ 64 bilhões. A seguir aparece a França com US$ 41 bilhões e terceiro a Itália com US$ 25 bilhões e 29 milhões de viajantes.

Outros países registraram índices de crescimento no turismo, assim:

Vietnam 28%, Argentina 26%, Egito 19%, Espanha 17%, Índia 16%, Israel e Ucrânia 12%, Qatar e Tailândia 11%. Rússia (US$ 24 bilhões) e Brasil, registraram decréscimo na economia de turismo internacional.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

HxQsds