16/03/2017 (19:06)

Brasil gera 35.612 empregos em fevereiro e espera inflação menor

Brasil gerou 35.612 vagas de emprego no mês de fevereiro de 2017. Esta foi uma notícia que levou o próprio presidente da República, Michel Temer, a fazer anúncio oficial a partir do próprio gabinete. Otimismo disseminou, mas deverá Enfrentar Números negativos da construção civil, que perdeu durante a crise, mais de 1 milhão de empregos.

 

Para o Presidente há sinais de que a inflação vai oferecer números abaixo da meta (4,5%) na próxima avaliação, algo que anima mesmo que seja uma pequena reação, referindo-se à geração de novos postos de trabalho. Indicou ainda como positivo na economia brasileira, a redução gradual dos juros, que logo deverá chegar a 9%.

Falou mais o dirigente sobre o leilão de quatro aeroportos brasileiros, realizado (170316) em São Paulo, que atingiu o valor de R$ 3,72 bilhões. Foi um “grande sucesso”, afirmou Temer.

 

Mencionando a vida "indigna" dos brasileiros que ainda estão

desempregados, Temer reconheceu que o dado é apenas "um

começo. Temos muitos milhões de brasileiros que dependem

de empregos, mas é preciso começar. E o começo veio com

essa notícia que estou dando a vocês."

 

De acordo com o presidente, o "otimismo deve guiar" os passos do Governo e da economia. "Mais que nunca, verifico interesse de investimentos estrangeiros em nosso País". Citou as reformas e medidas de ajuste que o Planalto vem implementando ao longo dos últimos meses. E fez política elogiando o Congresso na aprovação das propostas que reforçam a "estabilidade das instituições".

"Estamos num clima de estabilidade política e social. [Sobre] a reforma da Previdência, é claro que há observações, que serão examinadas pelo governo", afirmou.

O Presidente destacou ainda a mudança da perspectiva da economia brasileira feita (170315) pela Agência Moody's. É uma “queda substancial, em pouquíssimo tempo”, dos pontos negativos, depois que o País perdeu o grau de investimento em fevereiro de 2016, sinaliza que o País poderá retomá-lo. “Ao longo do tempo é muito provável que se atinja uma pontuação que nos faça retomar o grau de investimento.”

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

R1ZUcV