03/10/2016 (23:08)

Preços dos alimentos é o mais alto em 15 meses

Subiu 165,6% em comparação aos últimos 15 meses, o preço dos alimentos básicos, segundo pesquisa feita pela FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação). Fatores ambientais, a prolongada ação do fenômeno climático El Niño e a adversidade econômica vivida pelas economias internacionais, explicam as altas.

 

O Índice de Preços dos Alimentos básicos avaliado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) subiu para o nível mais alto em 15 meses. Em agosto de 2016, o índice teve alta de 1,9% em relação a julho e de 7% em comparação a 2015. O Índice divulgado (160908) é de 165,6 pontos, o maior valor desde maio de 2015.

O Índice avalia o preço no mercado internacional de 5 grupos de commodities: cereais, oleaginosas, leite e derivados, carne e açúcar. O preço dos cereais caiu 3% em relação a julho, e está 7,4% abaixo do nível de agosto do ano passado. Já o preço dos laticínios subiu 8,6% em agosto, e o de óleos vegetais, 7,4% no mesmo período.

O indicador sobre carnes ficou estável, subindo 0,3% em comparação a julho. O preço do açúcar subiu 2,5% em relação a julho e está cerca de 75% acima do nível do ano passado. É o maior nível desde outubro de 2012.  De acordo com a agência, a alta leva em conta o contínuo fortalecimento da moeda brasileira.

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

Ofzxqq