24/08/2016 (20:31)

Mercedes do Brasil suspende as demissões e oferta R$ 100 mil

Foram suspensas as demissões de 2 mil funcionários na indústria Mercedes Benz em São Paulo (Brasil). Conversas com o Sindicato dos Metalúrgicos motivaram a medida e chegaram à consciência que é preciso reduzir o número de empegados de um total de 10 mil. Por isso a empresa decidiu oferecer R$ 100 mil a quem sair voluntariamente.

 

Pelo acordo, o Programa de Demissão Voluntária (PDV), deve atingir 1400 trabalhadores e ficará aberto até o dia 31 de agosto. Oferece ainda valor único de R$ 100 mil, independente do tempo de casa ou do setor de atuação.

Para o excedente de trabalhadores que não for atingido pelo PDV, será utilizado o mecanismo de layoff (a suspensão de contratos), garantindo estabilidade até dezembro de 2017.

 

160815 - 18:13 horas

Mercedes interrompe a produção de ônibus e caminhões no Brasil

 

Devido À "drástica redução de vendas de veículos comerciais nos últimos anos," e "esforços para desligamentos voluntários" do excedente de 2000 funcionários, a Mercedes do Brasil, deu (160815) férias coletivas a 10 mil trabalhadores. Desde 2014 a indústria alemã luta com a adversidade econômica, no mercado retraído para ônibus e caminhões.

Agora a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) fica fechada por tempo indeterminado. Mas o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC formou um comitê de gestão que levará sugestões a uma assembleia marcada para a quarta-feira (160817). Mas a empresa disse que esgotou todos os meios administrativos para evitar demissões e os prejuízos pela falta ede comercialização, que afeta inclusive outras atividades no segmento de automóveis.

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.

Comente esta notícia 

 

Ni1VV4