Aquecedor a gas não causa acidente se instalado com rigor técnico

 

Aquecedores a gas sao perigosos se mal instalados e sem manutencao. Geram gas venenoso que mata.
04-07-2020 19:46:36 (477 acessos)
Instalação de aquecedores com o rigor das normas técnicas (ABNT) é o segredo para evitar acidentes de intoxicação pelo monóxido de carbono. Mas depois de colocado, o sistema de gás deve passar por manutenção pelo menos uma vez ao ano; serviço que exige profissional qualificado e credenciado. Usuários precisam conhecer bem o funcionamento dos aparelhos e reconhecer quando há perigo. Isso é o que pretende a Compagas (Companhia Paranaense de Gás) com uma campanha para alcançar 47 mil clientes.

Apesar dos benefícios, a combustão do gás natural pode causar intoxicação e morte porque gera emanações de monóxido de carbono, altamente tóxico, incolor e inodor (sem cor e nem cheiro). Por isso que os técnicos consideram "fundamental" que os aparelhos estejam situados em ambiente bem ventilado.

“Os aquecedores a gás precisam estar instalados em uma área ventilada; normalmente na lavanderia, e devem ser mantidos em bom estado de conservação. Outro ponto importante é a revisão que deve ser realizada periodicamente, conforme orientações do fabricante de cada aparelho”. Alertas são de Mauro Melara, gerente Comercial da Compagas.

Associação Brasileira Normas Técnicas, a ABNT tem determinações específicas que devem ser seguidas na instalação e manutenção dos aquecedores a gás. A norma (NBR 13103) prevê que a abertura superior do ambiente que contém aparelhos a gás, deve estar localizada na altura mínima de 1,50 metro (m) em relação ao piso acabado; e, a inferior, no máximo a 0,80 centímetros (cm) do piso.

A soma total da área permanentemente ventilada deverá ser, no mínimo, de 600 centímetros quadrados (cm²), divididos assim: na parte superior, 400 cm² e 200 cm² na inferior. O duto da chaminé deve estar íntegro, assim como o sistema de exaustão, que não pode ter o diâmetro reduzido por adaptadores ou qualquer outro meio. Cabe aos técnicos observar essas exigências quando da instalação dos aparelhos e na revisão.

 Empresas credenciadas pela Compagas,

para a prestação dos serviços de manutenção

dos aparelhos a gás, são encontradas aqui:

http://compagas.com.br/index.php/residencial/assistencia-tecnica

É obrigatório registro no CREA por todas as empresas

 

Monóxido de carbono

Os sistemas de exaustão com vazamento nos dutos, em ambientes mal ventilados, podem levar ao acúmulo do monóxido de carbono, que é um gás tóxico. Sem cor e nem cheiro, este gás é de difícil percepção e a inalação pode ser fatal. “A exaustão é prioridade, uma vez que os acidentes em residências acabam tendo origem nestes casos”, alerta Mauro Melara.

Cores da chama

Outro local de importante atenção da casa é a cozinha. Alguns sinais no

fogão podem indicar que nem tudo está funcionando corretamente.“A

chama dos equipamentos deve ser de cor azul”, explica o gerente

Comercial da Compagas. “Se houver outra coloração (amarela,

alaranjada ou roxa), é indicativo de que o equipamento pode estar

funcionando de forma defeituosa e, certamente, de forma ineficiente,

consumindo mais gás do que o normal. Quando observar isso,

chame imediatamente a assistência técnica autorizada".

De olho no aquecedor

Por ser um dos principais aparelhos a gás em casa, o aquecedor é local central de atenção. Os dutos de saída devem estar sempre desobstruídos, sem sinal de amassamento e, claro, instalados de forma regulamentada como já mencionado. Fique de olho, no entanto, às marcas nos visores de chama: se houver manchas escuras, isso pode significar retorno do efluente ou, até mesmo, vazamento no duto. Faça revisões periódicas, conforme as instruções do fabricante do aparelho e mantenha a família segura.

Sobre a Compagas

Empresa de economia mista, tem como acionista majoritária a Companhia Paranaense de Energia – Copel, com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5% e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, com 24,5%. Em março de 2000, a empresa passou a ser a primeira distribuidora do Sul do país a fornecer o gás natural canalizado aos seus clientes, com a inauguração do ramal sul do gasoduto Bolívia – Brasil (Gasbol).

Atualmente, a Compagas conta com mais de 47 mil clientes dos segmentos residencial, comercial, industrial, veicular e geração de energia elétrica e está presente em 16 municípios:

Arapoti,

Araucária,

Balsa Nova,

Campina Grande do Sul,

Campo Largo,

Carambeí,

Castro,

Colombo,

Curitiba,

Fazenda Rio Grande,

Palmeira,

Paranaguá,

Pinhais,

Ponta Grossa,

Quatro Barras,

São José dos Pinhais.

 

Fonte: Compagás - Assessoria de Imprensa - Flora Guedes
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

YXbew