Agronegócio rende ao Brasil US$ 96,8 bilhões em exportações
Milho foi principal item das exportacoes do agronegocio brasileiro. Foto Agencia Brasil, Elza Fiúza
12-01-2020 01:28:55 (87 acessos)
US$ 96,8 bilhões é o resultado das exportações do agronegócio, a parcela mais otimista e exitosa da economia brasileira. Combatida pela ignorância dos inimigos da Pátria, só o milho desses empreendedores superou todos os demais itens com 43,25 milhões de toneladas. Em 2017 foram produzidas 29,25 milhões de toneladas. Só o agronegócio conseguiu 43,2% do total do comércio exterior do País. Em 2018 a participação já fora de 42,3%. São números do Ministério da Agricultura e Abastecimento.

Comércio de milho, carnes, algodão e soja, também ganharam ênfase no ranking das vendas para outros países. A produção de milho na safra 2018/2019 foi recorde, somando 100 milhões de toneladas, gerando um excedente exportável de praticamente 20 milhões de toneladas em relação à quantidade exportada em 2018.

Foi para a China o maior volume da produção nacional. Com isso, ultrapassou Hong Kong, que ficou na segundo posição, com 18,6%.

Já a soja teve redução de quase 10 milhões de toneladas nos embarques, queda que foi compensada em parte pelas vendas de carnes (bovina, suína e de frango), milho e algodão.

Carnes

As vendas externas das carnes passaram de US$ 14,68 bilhões em 2018 para US$ 16,52 bilhões em 2019, alta de 12,5%. O impacto da peste suína africana em diversos países, principalmente no rebanho chinês, ajudou no incremento das exportações brasileiras de carnes.

A carne bovina foi a principal carne exportada pelo Brasil, com US$ 7,57 bilhões em vendas externas no ano de 2019 (+15,6%). Este valor é recorde para toda a série histórica. O volume exportado de carne bovina também foi recorde, atingindo 1,85 milhão de toneladas.

Algodão

O destaque do setor de fibras e produtos têxteis foi para o aumento das vendas de algodão não cardado nem penteado, que subiram de US$ 1,69 bilhão em 2018 para US$ 2,64 bilhões em 2019 (+56,5%).

 

Fonte: Ministério da Agriculturas e Agência Brasil
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

q8FDM