Marinha, Petrobras e IBAMA colocam 34 navios para limpar óleo das praias
Marinha do Brasil, Petrobras e IBAMA colocam 34 navios para limpar as praias do nordeste
13-11-2019 23:32:56 (698 acessos)
Até o momento estão trabalhando no reconhecimento de poluição por óleo e limpeza dos ambientes marinhos, 4.950 militares da Marinha do Brasil, 34 navios (30 da Marinha e 4 da Petrobras), 22 aeronaves (11 da Marinha), 6 da Força Aérea Brasileira (FAB), 3 do Ibama e 2 da Petrobras, além de 5.000 militares e 140 viaturas do Exército Brasileiro (EB), 140 servidores do Ibama, 80 do ICMBio e 440 funcionários da Petrobras.

De acordo com o levantamento feito pelo IBAMA e mostrado agora (191113) foram contabilizadas, aproximadamente, 4.500 toneladas de resíduos de óleo retirados das praias nordestinas. A contagem desse material não inclui somente óleo, mas também é composta por areia, lonas, EPI e outros recursos utilizados para a coleta. O descarte é feito pelas Secretarias de Meio Ambiente dos Estados.

Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), informa que o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico (NPqHo) “Vital de Oliveira” suspendeu do Porto de Ilhéus-BA em direção ao largo da costa da Bahia. Vai coletar dados oceanográficos e meteorológicos nos vórtices e meandros da corrente do Brasil, a fim de verificar possíveis presenças de óleo na região. Para esta atuação está usando todos os equipamentos disponíveis a bordo. 


Dando continuidade à limpeza e retirada do óleo no Rio Mamucabas, localizado no município de Tamandaré (PE), os mergulhadores da Marinha Brasileira recolheram cerca de 25 quilos (kg), além de pequenos fragmentos de óleo na praia. A atuação tem o apoio e orientação do Ibama e Defesa Civil.

Navio Oceanográfico (NOc) “Antares”, desde o dia 2 de novembro, no Arquipélago de

Abrolhos (BA), empregou mergulhadores em ações de limpeza e monitoramento.

Não encontraram resíduos de óleo na região. Estados de Ceará (CE), Rio Grande do Norte

(RN), Pernambuco (PE), Sergipe (SE), Paraíba (PB), Maranhão (MA), Piauí (PI),  Pará (PA)

e (Amapá AP) estão com as praias limpas.

 

Permanecem com vestígios de óleo, mas limpeza em andamento as localidades de Japaratinga, Barra de São Miguel, Feliz Deserto, Piaçabuçu e Taboado, em Alagoas; Concha, Costa Azul, Mangue Seco, Coqueiros, Costa, Baixio, Barra do Sargi, Ponta do Ramo, Resende e Maraú, na Bahia; e Barra Nova, Degredos e Regência, no Espírito Santo (ES).


 No Espírito Santo, até o momento, foram observados e recolhidos pequenos fragmentos de óleo nas praias. Com vistas a garantir, ainda mais, a preservação das praias, hoje (191113), foi acionado o Plano de Área do Espírito Santo para realizar a proteção de lugares sensíveis e promover limpeza de praia. O Plano, aprovado pelo IBAMA em conjunto com IEMA/ES, envolve 25 empresas e instalações portuárias em todo o Estado.

 
Caso aviste óleo nas praias, disque 185!
 Mar limpo é vida

 

Fonte: Marinha do Brasil, Petrobras, IBAMA
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

93MxW