Clubes e CBF oficializam uso do VAR no Brasileirão de 2019
Arbitragem de video sera usada nos jogos do Brasileirao 2019. Foto CBF, Fernando Torres
22-02-2019 21:14:59 (833 acessos)
Árbitro de vídeo conhecido pela sigla em inglês VAR, será usado no Brasileirão 2019 (Campeonato Brasileiro de Futebol da série A), a maior competição de futebol, em todo o mundo. Decisão foi anunciada (190222) ao final do Conselho Técnico da Série A, após analisar o relatório da Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Projeto assinado pelo brasileiro Manoel Serapião que instituiu a nova tecnologia nas partidas da Copa do Mundo a mando da International Football Association Board (IFAB), foi adotada pela CBF. Dirigentes trabalharam desde 2015 pela implementação que agora se consuma. Primeira experiência prática foi vivida na partida decisiva do Campeonato Carioca 2016, entre Botafogo e Vasco

No  2º Curso de Capacitação Árbitro Assistente de Vídeo, em julho de 2018, Serapião falou assim: Foi o Brasil o país que iniciou todo esse movimento para a utilização do árbitro de vídeo, de ajuda tecnológica para a arbitragem. Nós participamos desde a origem. A CBF conquistou essa marca que não nos tiram e que temos que comemorar. Eu me sinto muito feliz por participar de tudo isso. Não apenas pessoalmente, mas principalmente por estar contribuindo para o desenvolvimento do futebol.

VAR é uma atividade conwsolidada no futebol. Foi empregado oficialmente na Copa do Mundo da Rússia em 2018. Houve muitas discussões para execução nos campos brasileiros, em função da crise econômica v ivida pelos clubes. Mas agora a CBF deverá arcar com as despesas da ordem de R$ 12 milhões. E as agremiações arcarão com outra parte dos custos.

 

Uso nos estaduais

A nível regional, o VAR foi utilizado pela primeira vez na final do Campeonato Pernambucano de 2017 entre Salgueiro e Sport. Um dos principais personagens dessa história foi o árbitro Péricles Bassols, que analisou as imagens na cabine ao lado de Manoel Serapião FIlho e Alício Pena Júnior. Na partida de ida, a tecnologia auxiliou na marcação correta de um pênalti para o Salgueiro. Já na volta, o VAR foi decisivo para a anulação de um gol salgueirense.

Além disso, a tecnologia já esteve presente em um Gre-Nal no Campeonato Gaúcho e a decisão do Campeonato Catarinense.

Estreia em partidas da CBF

A primeira utilização do VAR em uma competição da CBF aconteceu nas quartas de final da Copa do Brasil de 2018, no duelo entre Santos e Cruzeiro. O lance analisado em questão foi um possível pênalti de Lucas Romero no atacante Gabriel.

 

O árbitro Wilton Pereira Sampaio esteve em contato com a cabine, retomando o andamento da partida após 27 segundos de paralisação. Como nenhuma irregularidade no lance foi detectada, o juiz sequer teve que se deslocar ao posto do vídeo.

 

A filosofia do VAR

 

Uso do árbitro de vídeo tem como lema “interferência mínima, benefício máximo”. Objetiva diminuir erros claros nas seguintes situações:

 

Gol / Não gol
Penalidade/Sem penalidade
Cartão vermelho direto
Identificação equivocada

 

Fonte: CBFR - assessoria de comunicação
 

 Não há Comentários para esta notícia

 

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Noticiario, não reflete a opinião deste Portal.

Deixe um comentário

VJ76G