David Attenborough, documentarista e naturalista - Aniversário em  08 de maio

David Frederick Attenborough, nasceu em Londres, Inglaterra.

Naturalista britânico, na carreira representa a voz e a face dos programas sobre história natural nos últimos 57 anos. Inúmeros trabalhos foram feitos para a rede britânica de televisão BBC, da qual foi diretor de 1965 a 1972.

A principal série sobre a vida no planeta foi a trilogia formada por: Life on Earth (1979), The Living Planet (1984) e The Trials of Life (1990). Esses examinam, respectivamente, a taxonomia e filogenia, a ecologia e os estágios da vida.

Em adição a essa trilogia, Attenborough escreveu e apresentou documentários mais especializados, incluindo: "Life in the Freezer" (1993), "The Private Life of Plants" (1995),"The Life of Birds" (1998), "The Life of Mammals" (2002), "Life in the Undergrowth" (2005) e "Life in Cold Blood" (2008). A série "Life", como é conhecido o conjunto de todas as séries mencionadas anteriormente, dispõe de 79 programas no total.

Attenborough também tem escrito e apresentado outras produções fora da série "Life". Um dos primeiros, depois de seu retorno aos programa foi "The Tribal Eye" (1975), o que lhe permitiu expandir o seu interesse pela arte tribal. Outros incluem "The First Eden" (1987), sobre a relação do homem com o habitat natural do Mediterrâneo, e "Lost Worlds, Vanished Lives" (1989), que demonstrou a paixão de Attenborough por descobrir fósseis. Em 2000, a série "State of the Planet" analisou a crise ambiental que ameaça a ecologia da Terra. O naturalista também narrou duas outras séries significativas: "The Blue Planet" (2001) e "Planet Earth" (2006). Este último foi a primeira série de história natural a ser feita inteiramente em alta definição.

Em maio-junho de 2006, a BBC transmitiu a série de dois capítulos denominada "Climate Chaos", que aborda o tema aquecimento global. Em "Are We Changing Planet Earth?" e "Can We Save Planet Earth?", Attenborough investigou o assunto e apresentou algumas soluções potenciais. Voltou aos locais de algumas das suas produções anteriores e descobriu o efeito que a mudança climática teve sobre eles.

Em 2007, Attenborough apresentou "Sharing Planet Earth", o primeiro programa de uma série de documentários intitulada "Saving Planet Earth". Mais uma vez ele usou imagens de sua série anterior para ilustrar o impacto que a humanidade tem tido sobre o planeta. "Sharing Planet Earth" foi transmitido em 24 de junho de 2007.

"Life in Cold Blood" é a última grande série de Attenborough. Em uma entrevista para promovê-la, ele declarou:

"A história evolutiva está terminada. A viagem está completa. Se você me perguntasse há 20 anos se nós estaríamos concluindo uma tarefa tão gigantesca, eu teria dito "Não seja ridículo". Estes programas contam uma história particular e tenho a certeza de que outros irão aparecer e contá-la muito melhor do que eu consegui, mas espero que se as pessoas a assistirem daqui a 50 anos, ela ainda tenha algo a dizer sobre o mundo em que vivo".

No entanto, em entrevistas posteriores na "Radio Times", "Parkinson" e em "Friday Night with Jonathan Ross", disse que não pretende aposentar-se completamente e, provavelmente, continuará a fazer programas ocasionais.

Seu documentário seguinte, "Charles Darwin and the Tree of Life" (que analisa o desenvolvimento da teoria da evolução de Darwin), foi transmitido em 1 de fevereiro de 2009. Attenborough trabalhou como narrador também em "Nature s Great Events", uma série de seis partes transmitida em fevereiro de 2009 na BBC One e BBC HD. Também narrou e escreveu o documentário "Uncovering Our Earliest Ancestor: The Link", sobre o fóssil da espécie de primata recém-descoberta Darwinius masillae.

Ainda em 2009, a série de 10 capítulos escrita e narrada por Attenborough intitulada "Life" irá ao ar no Reino Unido. Com estreia marcada para 2011, a série de seis capítulos "The Frozen Planet" está sendo escrita e narrada por Attenborough.

Em 1975, Attenborough apresentou uma série para crianças chamada Fabulous Animals. Esse documentário mostrou um desviou do estilo de David, pois tratava de criaturas místicas e lendárias como, por exemplo, Grifo e Kraken.

A partir de 1983, Attenborough trabalhou em dois musicais com temática ambiental com a WWF e com os escritores Peter Rose e Anne Conlon. "Yanomamo" foi o primeiro, sobre a floresta amazônica, e a segunda, "Ocean World", estreou no Royal Festival Hall em 1991. Ambos foram narrados por Attenborough em sua turnê nacional, e gravados em fita cassete. "Ocean World" também foi filmado e transmitido pelo Channel 4.

Entre 1977 e 2005, Attenborough também produziu, narrou e eventualmente apresentou por volta de 250 capítulos de meia-hora para uma série chamada "Wildlife on One".

Em janeiro de 2009, a BBC pediu a Attenborough para fornecer uma série de dez monólogos de 20 minutos sobre história da natureza. Estes monólogos foram transmitidos pela Radio 4.

Attenborough também tem uma coluna na revista "BBC Wildlife".

Seja o primeiro a comentar este aniversário.

Comente este aniversário 

 

4JAHdN